top of page
Buscar
  • brunosouza95

A influência dos conflitos internacionais no preço do milho e da soja

Conflitos entre Ucrânia e Rússica, guerra entre Palestina e Israel, o ano de 2023 foi marcado por combates, que preocparam o mercado, em especial os produtores de milho e soja. Acompanhe esse artigo e descubra das batalhas internacionais na economia brasileira.


Nesse post você vai ver

  • Conflito entre Rússia e Ucrânia e a influênica no milho e na soja

  • Guerra entre Palestina e Israel e a influência no milho e na soja


Conflito entre Rússia e Ucrânia e a influênica no milho e na soja


A Ucrânia é uma importante exporatadores de grãos, entre eles o milho e a soja. No entanto após os conflitos com a Rússia o país demonstra instabilidade, principalmente em relação ao Mar Negro, a interdição russa, constantemente impede a passagem dos exportações por aquela rota.


Dessa forma, a tendência é que os investidores procurem mercados mais estáveis como a América Latina.


O aumento da oferta no Brasil é um dos cenários que deve conter uma alta de preços dos grãos e alimentos dentro do Brasil. Em 2022 com o início da guerra, houve um cenário de custos muito altos — para combustível. Esse ano, internamente, tivemos safra recorde de soja, produzimos muito milho e importamos menos milho no ano passado. Temos um cenário melhor com o preço do petróleo mais baixo. As expectativas são boas.


Guerra entre Palestina e Israel e a influência no milho e na soja


Os conflitos entre Palestina e Israel não estão trazendo um grande impacto para o agronegócio brasileiro. O Brasil importou cerca de US$ 1,1 bilhão de Israel entre janeiro e setembro de 2023, com os fertilizantes totalizando mais de 40% desse montante. Porém, Israel é apenas o 6º principal fornecedor dos insumos para o Brasil.


Isso significa que se o conflito persistir o Brasil pode se amparar nos outros 5 fornecedores de fertilizantes.


No entanto, é necessário aguardar o desenrolar deste conflito para ter a certeza que essas tendências vão se manter.


Quer ficar atento às principais notícias internacionais clique no botão abaixo e receba 15 dias de consultoria grátis.




3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page