top of page
Buscar
  • brunosouza95

Como a queda da safra na Argentina impacta a soja no Brasil

Atualizado: 30 de out. de 2023

Após uma seca terrível que assolou a Argentina, o Brasil assumiu o posto de maior exportador mundial de farelo de soja segundo a Bolsa do Comércio de Rosário (BCR). Acompanhe este artigo para entender os demais impactos da queda da safra na Argentina.


Nesse post você vai ver

  • Entenda a queda na safra da Argentina

  • Queda da safra na Argentina e os impactos no Brasil

Entenda a queda na safra da Argentina


A seca na Argentina se arrasta por meses e influenciou de forma pesada na produção agrícola. A soja foi um dos graus que mais sofreu com as questões climáticas.


O Ministério da Economia da Argentina, por meio da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Pesca, estimou recentemente que a produção de soja do país em 2022/23 foi indicada em 25 milhões de toneladas.


O número é 43,2% abaixo das 44 milhões de toneladas colhidas em 2021/22 e da safra de 49 milhões de 2019/2020.


Os números alarmantes vão impactar nos preços do produto no Brasil.


Queda da safra na Argentina e os impactos no Brasil


A Argentina é o terceiro maior produtor de soja no mundo, por isso, a queda terá alguma influência no mercado.


O Brasil acaba sendo beneficiado devido ao efeito que uma quebra de safra causa nos preços internacionais da commodity.


Prevendo a fragilidade Argentina, o Brasil avançou na produção do grão, e hoje é um dos grandes fornecedores da China.


Quer ficar sempre atento a este tipo de notícia para compreender como o mercado funciona? Clique agora no botão abaixo e entre para a nossa comunidade no WhatsApp!





19 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page